Nossas pequenas vitórias pessoais

felicidade

É incrível como podemos sempre nos superar. Tenho a plena consciência de que a Júlia de agora se diferencia da de alguns meses atrás em muitas coisas. A gente vai superando um obstáculo por dia, matando um leão por vez e entende que o conjunto de pequenas vitórias pessoais resulta num ser humano mais evoluído a cada dia que passa. Antes, era como se eu quisesse reunir todos os meus problemas e quisesse tentar resolvê-los num piscar de olhos. Eu queria superar os meus medos da noite para o dia. Mas aí eu entendi que vivendo um dia de cada vez a gente também supera pequenas coisas, as quais não temos a dimensão da grandiosidade que carregam. E assim, de obstáculo em obstáculo, quando a gente vê, já caminhou bastante.

Antes, parecia impossível dirigir numa rodovia super perigosa e movimentada de Campinas, ainda mais em dias de chuva. Até ontem, tremia da cabeça aos pés ao precisar pegar um caminho diferente do de sempre. Cozinhar era algo que eu jamais me imaginaria fazendo sozinha. Também foi assim com precisar controlar a gasolina do carro e saber quando parar para abastecer. Foi assim também com dormir sozinha, aprender a acordar com um despertador que não fosse a voz da minha mãe, com limpar a casa, me encontrar novamente após me perder pela cidade e reservar dinheiro para o pedágio de todo o fim de semana. Foi assim com cada uma das coisas que jamais me imaginei fazendo e, hoje, são parte da minha rotina.

São as pequenas vitórias pessoais. E são as minhas. 

É por isso que repito comigo o meu mantra preferido: “Um dia de cada vez, Júlia. Um dia de cada vez”. E aí, vou driblando os meus medos e superando os obstáculos, dia após dia, e colecionando as minhas pequenas vitórias pessoais. Abra bem os olhos e enxergue também as suas. Todos nós superamos obstáculos ao longo dos nossos dias que há algum tempo nem imaginávamos que seríamos capaz. E é muito bom reconhecer todas essas mudanças e crescimentos. Porque, sabe… nada nunca é em vão!

Um beijo,

Júlia Groppo

Por julia às 04.03.16 478 comentários

478 Comentário em “Nossas pequenas vitórias pessoais”

Deixe seu comentário

A felicidade é aqui (e agora)
A tal da criatividade
O ”ponto morto” da vida tem seu valor
Sobre fios, fases e metamorfoses