Arquivo da categoria 'Crônicas'



2020janeiro 3, 2020 | Crônicas, Devaneios
Engraçado como o Ano Novo nos invade, sem pedir nenhuma licença, e desperta em nós tantos sentimentos. Conversando com amigos nos últimos dias, posso



Sobre o Natal, pessoas e sentimentosdezembro 26, 2019 | Crônicas, Devaneios
Se tem uma coisa nessa vida que, ao menos para mim, não dá para ”deixar para depois”, é demonstrar o amor que sentimos pelas



Ser feliz ou ter razão?dezembro 19, 2019 | Crônicas, Devaneios
Já faz um tempo que venho me fazendo essa pergunta. É verdade que pode ser bem sedutor querer ter razão em tudo (só querer,



2019dezembro 18, 2019 | Crônicas, Devaneios
Não gosto de rotular um ano como apenas ”bom” ou ”ruim”. Tenho pra mim que muitas coisas cabem nesses 365 dias que nos são



A (des)ordem das coisasdezembro 17, 2019 | Crônicas, Devaneios
Aparentemente, existe uma ordem perfeita na qual as coisas devem acontecer em nossas vidas. Nessa fase em que caminhamos para a famosa ”vida adulta”



O bom e o ruim | Crônicas, Devaneios
Lá estava eu assistindo a mais uma comédia romântica. Daquelas totalmente previsíveis (o tipo que eu mais amo!). Foi quando algo totalmente imprevisível foi



Pequenas doses de felicidade | Crônicas, Devaneios
Cafés fortes acompanhados de um brigadeiro bem doce. Um banho quente antes de dormir. Visitas em livrarias sem hora para acabar. Cinema aos domingos.



Eu guardo pessoas em versosdezembro 11, 2019 | Crônicas, Devaneios
Dizem por aí que se um escritor se apaixonar por você, você nunca morrerá. Como escritora assumida e incorrigível apaixonada pela vida, concordo em



Tudo é muita coisa | Crônicas, Devaneios
Dia desses, uma amiga me fez um questionamento muito pertinente, em meio a uma dessas conversas que costumamos ter sobre como crescer é algo



Sobre passado, fotografias e futuro | Crônicas, Devaneios
Gosto de ver fotos antigas e ainda mais de assistir a minha família o fazendo. É engraçada a nostalgia pela qual somos tomados e





A tal da criatividade
O ”ponto morto” da vida tem seu valor
Sobre fios, fases e metamorfoses
Sobre rótulos e o despir-se socialmente