Quando a vida abraça a gente

vida

O avião que passa sobre minha cabeça me faz pensar que um dia posso estar lá dentro, embarcando em algum dos meus sonhos.

A xícara de chá às 7:45 me faz refletir sobre a sorte de poder estar viva.

O caminho até a faculdade, com os próprios pés, me ajuda a sentir gratidão por poder estar ali, aprendendo a ser e estar sozinha.

A última página de um livro recém-comprado me faz respirar aliviada por ter adquirido um novo conhecimento.

O caminho de volta à cidade onde nasci me ajuda a descobrir como é bom ter para quem e o de voltar.

O bom dia que alguém dá em troca do meu me ajuda a continuar acreditando que as pessoas ainda são gentis.

Os domingos me ensinam que cada segundo deve ser aproveitado.

A segunda-feira já não me entristece tanto. É uma nova oportunidade.

De dia, o céu me faz acreditar que a vida está apenas começando.

A noite, o céu cheio de estrelas me ajuda a entender que é preciso arriscar.

Os sonhos anotados numa caderneta antiga me fazem continuar.

Os novos, que costumo guardar no coração, mostram que ainda há muito pelo o que lutar.

A foto dos meus pais na cabeceira me faz entender o porquê de eu estar ali.

O Deus no qual acredito me faz suspirar aliviada por saber que tudo o que vier, é porque tinha que vir.

E então acontece: deito a cabeça no travesseiro, descanso feliz por mais um dia.

Mas sei que amanhã posso ser melhor.

Vida, eu não tenho mais medo. Descobri que você se esconde nos detalhes.

Júlia Groppo

Por julia às 25.07.16 1.092 comentários

1.092 Comentário em “Quando a vida abraça a gente”

Aqueles que tornam a nossa jornada mais feliz e possível
Por favor, reassista os seus filmes preferidos
Sobre o dia em que aprendi a amar as minhas dúvidas
A lista do foda-se