FAÇA UM CARINHO EM SI MESMO

Era final de 2015 e eu não estava em uma fase legal. Teimosa que sou, comecei a pensar no que eu poderia fazer para reverter aquela situação. Leva muito tempo para eu desistir de mudar alguma coisa; como diria a minha mãe, quando eu enfio algo na cabeça, sai de baixo; me meto em diversas brigas com o Universo, até ele me provar, de uma vez por todas, que eu só preciso aceitar o que está acontecendo.

Eis que essa minha cabeça dura acabou me rendendo uma lição valiosa, da qual nunca mais me esqueci – e que aplico todos os dias na minha vida.

Naquela época, eu estava muito focada no que os outros estavam fazendo ao invés de prestar atenção no que de mais valioso eu tenho: a minha vida. Foi aí que pensei: porque não, então, fazer algo POR MIM, todos os dias? Redirecionar os esforços, sabe como? De criar uma nova playlist a comprar um livro novo ou um doce na padaria da esquina. Decidir fazer nada – porque simplesmente estou afim – a comer uma porcaria em plena segunda-feira.

Me desafiei a fazer um carinho na Júlia, todos os dias, fosse dos grandes ou algo como um detalhe – que se tornaram os meus preferidos, devo dizer. Coisas pequenas me encantam. Desde então, fui descobrindo que a vida acontece todos os dias. Não importa se é terça, quarta, sábado ou domingo. A gente tem que se amar o tempo todo – e escolher a nós mesmos, sempre que possível.

Por isso, te convido a parar um minuto e pensar: quanta gente você se esforça para agradar? E, em alguns casos, acaba falhando – porque viver às custas do que vão pensar pode ser bem doloroso. Portanto, use toda essa energia desgastante em algo que vai mudar a sua vida: compre o seu doce preferido ao sair do trabalho, vá passear sozinho, faça maratona daquela série que você tanto ama até altas horas, tome o pote inteiro de sorvete, desligue-se do mundo e fique em silêncio.

Aqui, só não vale ir para a cama a noite sem ter feito, pelo menos, uma coisa que você gosta. Seu maior compromisso, todos os dias, deve ser com você.

Me conta se der certo?

Júlia Groppo

Por julia às 25.10.18 1.293 comentários

Comments are closed.

Aqueles que tornam a nossa jornada mais feliz e possível
Por favor, reassista os seus filmes preferidos
Sobre o dia em que aprendi a amar as minhas dúvidas
A lista do foda-se