Que bom que algumas coisas nunca mudam

Você já ouviu aquela frase que diz que o tempo passa, mas que certas coisas nunca mudam? Eu já, várias vezes. E em todas elas, ela sempre fez muito sentido para mim. Como uma boa ariana, adoro mudanças. Sou movida por elas, na verdade. Me tirar das minhas diferentes zonas de conforto é como um hobbie para mim. São essas mudanças que me conduzem entre o passar dos dias e me alimentam para seguir em frente acreditando que eu posso, do meu jeito, mudar esse mundo de alguma forma. Mas devo confessar: o fato de acreditar que realmente têm certas coisas que nunca mudam é um verdadeiro alívio para a minha alma.

Isso porque há certas coisas na vida que eu jamais quero que mudem, pois, para mim, elas já são incríveis da maneira que as conheci e que continuam sendo até hoje. O meu amor pelas coisas simples, amizades que sobreviveram ao tempo como se ele nunca tivesse passado, a minha essência, meu olhar irritantemente otimista para a vida, minhas principais referências, paixões da infância, minha playlist preferida, entre tantas outras que eu prefiro guardar para mim. Vem ano, vai ano, e elas continuam ali.

A gente vive lendo por aí que a vida – e principalmente nós mesmos – podemos ser sempre melhores. Que sempre existirão versões mais evoluídas a serem encontradas. Até acredito, mas arrisco dizer que têm coisas que simplesmente são incríveis desde o comecinho delas, do jeito que são, sem tirar nem por. Do tipo que ”se mudar, estraga”.

Saber que essas coisas nunca mudam – pelo menos não até o momento presente – e me dar a chance de acreditar que nunca vão mudar é como uma verdadeira bênção diária para mim. Daquelas que provocam um grande alívio e deixam o coração quentinho e seguro, como se estivesse sendo abraçado por alguém que o diz: ”Calma, a vida (e principalmente o mundo) pode ser bem doida, mas estes serão portos seguros para sempre”.

É como se não importasse o quanto o mundo, a vida, as pessoas, os padrões, as leis, o mercado, as tendências possam mudar lá fora, algumas coisas simplesmente não vão mudar junto a tudo isso, pois são incríveis da maneira que são. Tempestades virão, mas essa pequena coleção de coisas que graças a Deus nunca mudam sobreviverão a elas, pois possuem fortes raízes.

Então, que bom que certas coisas nunca mudam, não importa quanto tempo passe entre os relógios. E eu espero que elas continuem exatamente assim.

Você já teve essa sensação?

Júlia Groppo

Por julia às 24.12.21 Comentários

Deixe seu comentário

Sair da zona de conforto não precisa ser tão desconfortável...
Sobre emoções não tão legais de serem sentidas
Deixe a vida te tornar um ”sortudo”
Nossa natureza é a imperfeição