O prazer no meio do caos

O que ainda te dá prazer nesse momento difícil que estamos vivendo? 

Vi uma influenciadora que acompanho levantando esse questionamento em seu Instagram e logo tratei de trazer a reflexão para a minha vida. Estamos cansados, com medo, com raiva e sem muitas previsões de quando tudo isso vai passar. Gastamos boa parte de nossa energia, fé e resiliência tentando sobreviver a tantas notícias difíceis. Aprendemos a fazer pão, reorganizamos todo o guarda-roupa, maratonamos catálogos inteiros de serviços de streaming e fizemos muitas reuniões online.

Então, depois de todo esse tempo enfrentando uma pandemia – e de tudo o que já ganhamos, perdemos e (des)aprendemos até aqui -, eu te pergunto: o que ainda te arranca um sorriso? O que ainda te faz sentir uma pontinha de alegria, realização ou alívio? 

Sempre fui fã das pequenas alegrias que podemos encontrar (ou mesmo criar!) no nosso dia a dia. Não sou do tipo que acredita que a gente só encontra a felicidade depois de muito lutar ou que só se vive de verdade em meio ao extraordinário. Para mim, a vida está mais perto e acessível do que imaginamos e é sobretudo em meio ao ordinário, à rotina, ao dia a dia que ela acontece. 

Não precisam ser muitas coisas, mas acredito que elas existem sim, e existem justamente para que você possa se munir das suas armas mais poderosas em tempos tão sombrios: as suas pequenas e valiosas alegrias do cotidiano. Que podem ser momentos, hábitos ou pessoas. Podem ser o que você quiser (e puder) que sejam! São elas que vão te ajudar a manter esse coração quentinho quando tudo parece estranho e triste demais, como a maioria dos dias têm sido. 

Hoje, eu te convido a pensar nisso!

Júlia Groppo

Por julia às 22.06.21 Comentários

Deixe seu comentário

Aqueles que tornam a nossa jornada mais feliz e possível
Por favor, reassista os seus filmes preferidos
Sobre o dia em que aprendi a amar as minhas dúvidas
A lista do foda-se