Arquivo da categoria 'Crônicas'



Sair da zona de conforto não precisa ser tão desconfortávelmaio 17, 2022 | Crônicas, Devaneios
Sair da zona conforto não é só pegar um avião sem destino. Fazer uma transição de carreira. Mudar de cidade, estado ou país. Jogar



Sobre emoções não tão legais de serem sentidasmaio 9, 2022 | Crônicas, Devaneios
A gente tem mania de achar que a tristeza, a raiva e o medo – entre outras emoções tidas como negativas -, só servem



Deixe a vida te tornar um ”sortudo”abril 13, 2022 | Crônicas, Devaneios
Pare de planejar cada minuto do seu dia ou cada passo dado na vida. Permita que ela lhe dê um pouquinho de sorte no



Nossa natureza é a imperfeiçãoabril 7, 2022 | Crônicas, Devaneios
Em uma caminhada para aliviar uma companheira indesejada chamada ansiedade, comecei a reparar no céu. Atrás de mim, uma possível chuva se aproximava e fazia



Mudar o mundo começando pelo nossoabril 6, 2022 | Crônicas, Devaneios
Eu nunca quis ser só mais uma pessoa no mundo.  Nenhum de nós é, na verdade. Afinal, cada um tem a sua história e



Uma vida toda para me (re)descobrirmarço 23, 2022 | Crônicas, Devaneios
Vai levar uma vida toda para eu me conhecer. E, ainda assim, acho que nunca conseguirei por completo.  Mas sigo aqui, tentando entender cada



Sobre filtros e históriasjaneiro 11, 2022 | Crônicas, Devaneios
Dia desses, assistindo a um episódio de um podcast cuja convidada era a Graziela Gonçalvez – popularmente conhecida como ”Grazon” e ex-esposa do cantor



Me despedindo de 2021janeiro 3, 2022 | Crônicas, Devaneios
Não é possível dizer ”até logo” para um ano. Para muitas coisas na vida, sim. Pessoas, lugares, fases, hábitos, sonhos. Se assim quisermos, é



Que bom que algumas coisas nunca mudamdezembro 24, 2021 | Crônicas, Devaneios
Você já ouviu aquela frase que diz que o tempo passa, mas que certas coisas nunca mudam? Eu já, várias vezes. E em todas



Carta à Júlia de 17 anosdezembro 20, 2021 | Crônicas, Devaneios
Querida Júlia, Quem te escreve isso é a sua versão de 25 anos. É estranho pensar que já se passaram oito anos desde o





Sair da zona de conforto não precisa ser tão desconfortável...
Sobre emoções não tão legais de serem sentidas
Deixe a vida te tornar um ”sortudo”
Nossa natureza é a imperfeição