Arquivo da categoria 'Crônicas'



Um eterno rasgar-se e remendar-seagosto 15, 2022 | Crônicas, Devaneios
Já dizia Guimarães Rosa: “Viver é um rasgar-se e remendar-se”. Ele só se esqueceu de nos avisar que, às vezes, esse processo rola várias



Feito colo de mãejunho 1, 2022 | Crônicas, Devaneios
Um dos meus textos preferidos da escritora Martha Medeiros chama-se “O mundo não é maternal”. Recomendo fortemente a leitura, mas para contextualizar rapidamente, ela



Não importa o destino: viagens são sempre um reencontro com nós mesmosmaio 25, 2022 | Crônicas, Devaneios
Aprender a acolher todos os nossos sentimentos, dos mais estranhos aos mais banais, certamente não é uma tarefa fácil. Mas, sem dúvidas, é também



Notas sobre a vidamaio 18, 2022 | Crônicas, Devaneios
A vida só é a vida porque, para além das coisas incríveis que a gente tem a chance de experienciar, ela é feita de



Sair da zona de conforto não precisa ser tão desconfortávelmaio 17, 2022 | Crônicas, Devaneios
Sair da zona conforto não é só pegar um avião sem destino. Fazer uma transição de carreira. Mudar de cidade, estado ou país. Jogar



Sobre emoções não tão legais de serem sentidasmaio 9, 2022 | Crônicas, Devaneios
A gente tem mania de achar que a tristeza, a raiva e o medo – entre outras emoções tidas como negativas -, só servem



Deixe a vida te tornar um ”sortudo”abril 13, 2022 | Crônicas, Devaneios
Pare de planejar cada minuto do seu dia ou cada passo dado na vida. Permita que ela lhe dê um pouquinho de sorte no



Nossa natureza é a imperfeiçãoabril 7, 2022 | Crônicas, Devaneios
Em uma caminhada para aliviar uma companheira indesejada chamada ansiedade, comecei a reparar no céu. Atrás de mim, uma possível chuva se aproximava e fazia



Mudar o mundo começando pelo nossoabril 6, 2022 | Crônicas, Devaneios
Eu nunca quis ser só mais uma pessoa no mundo.  Nenhum de nós é, na verdade. Afinal, cada um tem a sua história e



Uma vida toda para me (re)descobrirmarço 23, 2022 | Crônicas, Devaneios
Vai levar uma vida toda para eu me conhecer. E, ainda assim, acho que nunca conseguirei por completo.  Mas sigo aqui, tentando entender cada





Um eterno rasgar-se e remendar-se
Feito colo de mãe
Não importa o destino: viagens são sempre um reencontro com nós mesmos...
Notas sobre a vida